fbpx

Invisto 1X: Produzo 2X: Ganho 4X… (Será?)

I

A princípio, também penso que todo projeto agropecuário conduzido do jeito certo deveria oferecer retorno sobre o investimento.

Mas

Imprevistos acontecem.

Não é sobre como reagimos diante de um “jogo de simulações”… É sobre conhecer como reagimos diante de situações reais.

De: Ronaldo Setti 
Voluntário “Ad hoc” plataforma eunoagro.

Caro leitor,

Tendo a visão clara de que imprevistos acontecem, você já se perguntou que qualidades o seu contexto pessoal e profissional possui que possibilitem alcançar pequenas ou grandes melhorias?

Pois é, a agricultura e a pecuária não são exclusivamente sobre conhecimento técnico, plantas e animais… A agricultura e a pecuária também dependem do perfil comportamental das pessoas… E nisso, certamente eu e você estamos incluídos.

Se você continuar com a leitura desse texto (ou desse relato), talvez você entenda melhor porque nas reuniões de produtores e consultores se fala tanto sobre planejamento agropecuário com visão empresarial.

A verdade é que em alguns casos tem muito “blá blá blá”. Não basta somente a visão empresarial e o entendimento sobre diferentes conceitos de gestão e investimentos…

Pouco resolve você “pensar fora da caixa” e por algum motivo ter que guardar o pensamento dentro da caixa… Acredite: O processo envolvendo o sistema de produção agropecuária vai muito além disso.

Sendo assim…

A intenção com este relato é que você também perceba que existe a possibilidade de destruirmos todo um potencial de crescimento quando agimos sem antes interpretarmos muito bem o contexto pessoal e profissional no qual estamos inseridos.

Vamos iniciar com a origem da inspiração para escrever este texto:

Tudo começou com uma pessoa formulando uma única hipótese. Ela definiu: “Do jeito que eu faço e do jeito que eu planejei será retorno certo sobre o investimento… (Quando escutei isso, pensei: Será ???)

Então, vamos lá…

Tempos atrás dei uma opinião para uma pessoa que estava bem confiante com a agricultura e a pecuária… Ela decidiu “de cara” iniciar um projeto agropecuário com uma área bem significativa de soja e outra maior ainda com pastagem cultivada.

Pareceu-me que dinheiro para investir no referido projeto agropecuário não era o problema.

Ela possuía e me mostrou algumas planilhas do tipo: Invisto 1X / Produzo 2X / Ganho 4X… (Novamente, pensei: Será???).


Só de passagem pelo projeto agropecuário…

Na ocasião eu estava só de passagem, estava só visitando, não era o Consultor do Projeto, mas como já conhecia a fazenda em questão, arrisquei me intrometer…

Só para você entender:

  • Com tempo bom é uma maravilha, mas com chuva caminhão nenhum chega ou sai da fazenda:… Sugeri que primeiro investisse na infraestrutura para armazenamento da produção…
  • A área com solo agrícola era, aparentemente, limpa, e muito bonita, mas antes estava com pinus:… Sugeri que, antes de semear, desse uma boa corrigida, mesmo que mínima, na fertilidade do solo agrícola para assegurar pelo menos o mínimo para o bom desenvolvimento da lavoura e da pastagem cultivada.

No entanto…

Não fui ouvido em nenhuma das duas sugestões básicas.

Ao invés disso…

Sabe qual resposta eu escutei?

Escutei algo sobre a boa fertilidade natural dos solos da região e sobre venda imediata da produção após a colheita. (De novo, pensei com os meus botões: Será???).

A boa pessoa (Meu conhecido… Se estiver lendo… Grande abraço) também me falou que tinha muita experiência no setor de investimentos e me explicou bastante sobre alguns conceitos e jargões técnicos de economia rural… Falou algo sobre um tal de “ótimo custo de oportunidade” e também sobre um tal de “retorno certo sobre o investimento”.


Ótimo “Custo de Oportunidade”

Resumindo:

O que ele me explicou sobre o tal ótimo custo de oportunidade foi algo mais ou menos assim…: (Ele me perguntou…) “Setti… Você deixa o dinheiro na poupança ou investe em agropecuária?

(Antes mesmo de eu responder ele já continuou com a explicação…) Pois é… Ao escolher uma das alternativas, você automaticamente deixa de escolher a outra.

Isso significa que você renunciou dos benefícios de uma decisão em detrimento de outra.

É exatamente aí que entra o conceito de custo de oportunidade… (Ele me perguntou…) Você entendeu, Setti? (Eu respondi…) Entendi!


Projeto agropecuário

Quanto ao referido projeto agropecuário… (Palavras dele): Foi uma lástima!

O projeto agropecuário seguiu em frente… Seguiu com toda força e sem ninguém olhar para os lados para interpretar aquele contexto específico.

O projeto seguiu naquele velho estilo: “Espirito empreendedor, sangue no olho e pau na máquina”.

Foi quando surgiram algumas pedras no caminho, somadas com mais alguns imprevistos corriqueiros na atividade de agricultura e pecuária.

E foram esses fatores somados com a falta de preparo emocional para enfrentar o contexto que fizeram com que tudo desandasse igual bolo abatumado.


Conhece Bolo abatumado?

Sabe aquele bolo em que a massa não cresce, não assa por dentro e, no fim, depois de muito trabalho e queimar a ponta dos dedos na forma quente muito pouco se aproveita do bolo?

Pois é…

Quando o bolo fica abatumado o que resta é contabilizar o desperdício de insumos, tempo e energia.

E é bem pior do que isso:

Além da ponta dos dedos queimados todo mundo fica frustrado por não poder experimentar nem um pedaço do bolo.

Nesse contexto quase tudo se perde e, se realmente quiser comer ao menos uma fatia do bolo, tem que aquecer o forno, investir e começar a mexer uma nova massa e fazer tudo de novo.

Caro leitor…

Por favor…

Não encare como pessimismo!

Já fiz muito calo nas mãos e posso garantir que a agropecuária é uma atividade muito próspera.

Porém…

Existe a possibilidade de destruirmos todo o potencial de desenvolvimento pessoal e profissional quando agimos na função de produtor rural ou consultor agropecuário sem antes interpretarmos muito bem o contexto pessoal e profissional no qual estamos inseridos.


Safra de escassez…

Infelizmente a falta de interpretação do contexto pessoal e profissional é algo que tem levado muitas pessoas a uma safra de escassez, sempre mendigando por resultados melhores.

E o agravante é que por não interpretarem o contexto, muitos não se preparam e não têm a mínima ideia do que é prioritário fazer ou conveniente melhorar para superar o medo de que muita coisa negativa possa se repetir na próxima safra.

Quem quer aproveitar as vantagens desde a largada convém buscar conhecimento por meio da interpretação do contexto agropecuário no qual está inserido.

E não falo simplesmente de conhecimento sobre como plantar ou criar…

Não é só sobre conhecimento técnico…

É conhecimento também sobre você!

É conhecimento sobre como reagimos diante das situações.

Por exemplo:

Pode até existir conhecimento técnico e experiência prática, mas se diante de determinada situação o nosso “ego” for maior, podemos pôr tudo a perder.


Mudanças bruscas…

O grande desafio é que a agricultura e a pecuária são atividades tipicamente caracterizadas por possíveis mudanças bruscas. E, por causa disso, nem sempre conseguimos prever ou controlar algum acontecimento específico.

Cada indivíduo e ambiente agropecuário são diferentes e apresentam certa complexidade.

Mas…

O grande segredo é o seguinte:

Praticamente todos os contextos pessoais e profissionais envolvendo agricultura e pecuária podem ser interpretados para serem melhorados.

O diferencial está em conduzir a atividade de agricultura e de pecuária de forma contextualizada, levando em consideração a base do perfil comportamental das pessoas envolvidas no projeto.


Pense nisso:

Que qualidades o seu contexto pessoal e profissional possui que possibilitem alcançar pequenas ou grandes melhorias?

Algumas vezes chega a ser frustrante porque, em cenários muito semelhantes, alguns produtores e consultores se destacam bem mais do que outros. E não é unicamente o conhecimento técnico que os diferencia… É o perfil comportamental e a consciência positiva sobre determinado contexto que faz a grande diferença.

Por isso…

Não tenha dúvida, decida interpretar continuamente o seu contexto até encontrar algo especial.

Arrisco adaptar a visão de Jim Collins e sugiro a você que considere o fato de que “… mesmo num contexto agropecuário caótico e incerto, as melhorias podem vir da sua decisão de mudar”, e não apenas da possibilidade de ficar esperando um golpe de sorte, um ótimo custo de oportunidade, ou então, um retorno certo sobre o investimento.

Interprete o seu contexto pessoal e profissional…

Conquiste a vitória sobre você e faça como diz a música: “não tenha a vergonha de ser feliz”.

Até mais…

Fique bem… Siga em Paz!

CONTEXTO PESSOAL E PROFISSIONAL…

Projeto agropecuário: eBook

Sobre o autor

Ronaldo Setti

Defendo que a sabedoria está em você aprimorar a forma de PENSAR sobre o seu contexto para você conseguir AGIR nele de forma ÁGIL e EFICAZ... Defendo que o resultado desse seu Trabalho do Conhecimento Contextualizado, naturalmente, será a GESTÃO e a CONDUÇÃO CONTEXTUALIZADA da sua atividade Pessoal e Profissional... E que, consequentemente, o resultado dessa sua QUALIFICAÇÃO DA CONSCIÊNCIA será a geração de algum tipo de MELHORIA, SATISFAÇÃO e LUCRO... na sua vida, nos seus negócios e na sua família... Ou seja, VOCÊ é o seu mentor.

Sua opinião

Ronaldo Setti

Defendo que a sabedoria está em você aprimorar a forma de PENSAR sobre o seu contexto para você conseguir AGIR nele de forma ÁGIL e EFICAZ... Defendo que o resultado desse seu Trabalho do Conhecimento Contextualizado, naturalmente, será a GESTÃO e a CONDUÇÃO CONTEXTUALIZADA da sua atividade Pessoal e Profissional... E que, consequentemente, o resultado dessa sua QUALIFICAÇÃO DA CONSCIÊNCIA será a...

Ideia recente