fbpx

Geralmente é uma questão de escolha

G

Se você já fez alguma escolha técnica ou pessoal você sabe muito bem que, de um jeito ou de outro, a consequência dessa decisão sempre aparece podendo exigir outra escolha.

O que é pior: menor valor recebido ou problemas fitossanitários?
De: Ronaldo Setti

Caro leitor,

É fato…! E talvez você também concorde com a explicação que vem a seguir…

Normalmente vamos ter que escolher entre alternativas, por vezes até opostas, A, B ou C, e talvez até D ou mais alternativas, e certamente a nossa escolha técnica ou pessoal vai gerar alguma consequência.

Sendo assim, na função de produtor rural ou de consultor agropecuário, homem ou mulher, seremos testados o tempo todo em nossas decisões, independente de sermos iniciantes ou muito experientes no assunto.

Ser pego “com as calças na mão” é um risco quase natural na condução das atividades de Agricultura e Pecuária. Achamos que tudo está indo certo e, de repente… Boom…! Surge um imprevisto ou a urgente necessidade de escolher entre A, B ou C.

Por isso, dar uma boa olhada em volta, para interpretar detalhadamente o contexto agropecuário no qual estamos envolvidos é sempre uma boa opção, principalmente porque na Agricultura e na Pecuária algumas coisas parecem simples e lógicas, mas nem sempre são.

Uma escolha técnica ou pessoal requer entendimento e ampla visão de todos os lados que envolvem o negócio de fazenda ou de consultoria.

Quando reforçamos somente um lado, corremos o risco de enfraquecer todos os outros lados.

Algumas vezes trabalhamos duro por um resultado e, surpreendentemente, por algum motivo, o resultado não sai como esperávamos. É conveniente nos prepararmos diariamente para não sermos pegos (várias vezes) de surpresa.

E, acredite: Vez ou outra, vamos ser pegos de surpresa com a nossa escolha técnica ou pessoal.


Quase sempre o resultado é reflexo de uma escolha técnica ou pessoal…

Imagine a situação abaixo considerando a informação recebida, coletada e analisada:

A pesquisa e as recomendações técnicas indicam a possibilidade de suspender a irrigação (X dias) antes da colheita de determinado produto perecível: na prática isso pode reduzir problemas fitossanitários, mas diminui o peso do produto… Menor peso, menor valor recebido… Mantendo a irrigação o peso do produto é maior, mas pode haver problemas fitossanitários… Maior peso, maior valor recebido… Suspender a irrigação pode reduzir custos… Manter a irrigação gera custos… Manter a irrigação significa, possivelmente, mais pulverizações… Suspender a irrigação talvez menos pulverizações… Suspender a irrigação pode reduzir mão de obra… Manter a irrigação ocupa mão de obra…

São inúmeras possibilidades…

Então…

O que é pior: menor valor recebido ou problemas fitossanitários?

O que fazer?

Interpretar o contexto para minimizar os enganos e ser pego de surpresa o menor número de vezes possível é a coisa certa a se fazer.

Seja aquele produtor ou consultor, homem ou mulher, que ocupa o ponto mais alto da empolgação, por estar iniciando ou por ser muito experiente na atividade agropecuária, mas também seja aquele que consegue parar e pensar sobre o seu posicionamento pessoal e profissional dentro do contexto agropecuário no qual está inserido.

Confie…!

É verdadeiramente possível minimizar surpresas e enganos ou pelo menos estar mais bem preparado para lidar com eles!

Geralmente o resultado é uma questão de escolha, por isso é importante fazer a escolha certa.

Até mais…

Fique bem… Siga em Paz…!!!

Sobre o autor

Ronaldo Setti

“Eu não vim aqui para dizer que eu avisei!... Mas eu avisei”!

Sua opinião

Ronaldo Setti

“Eu não vim aqui para dizer que eu avisei!... Mas eu avisei”!

Ideia recente

Curtir e Seguir

Experimente ver as coisas em uma profundidade diferente e encontre um jeito de conquistar a vitória sobre você.